O nome da Grande Guerra

O conflito de 1914-1918 foi batizado com o nome de Grande Guerra logo no primeiro ano, quando ninguém contava que viria a ser tão prolongado. Isto basta para levantar a questão do sentido de grande: qual era a ideia numa altura em que todos contavam que as tropas iam voltar para casa antes do Natal?

Não faltam na história guerras grandes em todos os sentidos. No sentido de prolongada lembramo-nos da Guerra dos Cem Anos, no sentido de destrutiva a Segunda Guerra Mundial ocorre-nos quase de certeza em primeiro lugar, e se restringirmos o período ou a região as guerras continuam a surgir sem termos de pensar muito. Já se dissermos Grande Guerra sem mais referimo-nos à de 1914-1918.

A designação paralela de Primeira Guerra Mundial só apareceu, como é óbvio, quando ocorreu uma segunda guerra na mesma categoria. Quando a expressão guerra mundial ganhou o sentido que tem hoje, descobriu-se que fora criada ainda no século XIX por um alemão, que, no título de um livro, chamou Weltkrieg a uma possível guerra generalizada. Nas outras línguas europeias a expressão equivalente surgiu antes de 1939, mas a designação Grande Guerra continuou a ser o nome próprio da guerra que deveria acabar com todas as guerras, se fosse mantida a promessa feita aos intervenientes em 1918 para os convencer a suportar mais uns meses de massacre.

Por analogia e por os paralelismos serem tão evidentes, vêem-se muito as expressões primeira grande guerra e segunda grande guerra. A razão por que não fazem sentido é apenas não terem sido esses os nomes que lhes foram dados, mais ou menos espontaneamente.

Desde os acontecimentos em causa não faltou quem, com mais ou menos peso mediático, se pronunciasse contra ou a favor de todos estes nomes. Os que se impuseram foram o resultado desse processo, e nesse sentido não são arbitrários. As objeções a qualquer destas designações são muitas, e as mais óbvias são difíceis de refutar: houve vários conflitos com escala planetária antes de 1914 e a expressão Grande Guerra reflectiu quando apareceu uma posição ideológica discutível. Contudo, primeira e segunda grande guerra estaria sujeito às mesmas objeções, mas sobretudo seria mais ou menos como chamar Maria à Mariana: não foi esse o nome com que foi baptizada.

Se leu tudo isto com o outro olho num ficheiro de Excel, fica aqui um resumo:

Grande Guerra A de 1914-1918.

Primeira Guerra Mundial Nome da Grande Guerra a partir mais ou menos de 1941 ou 1942. Não esquecer que não faz sentido pôr esta designação na boca de alguém antes desta data, um sinal de inexperiência muito comum na ficção.

Primeira ou segunda grande guerra Nunca. Para não se esquecer, pense em Vasco Santana e lembre-se que guerras grandes há muitas.

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s